Investidores frequentemente questionam sobre o vencimento de fundos de investimento que lhes são oferecidos. É uma confusão comum. Mas, diferentemente dos títulos de renda fixa, a maioria dos fundos não tem data de vencimento.

Fundos de investimento não são títulos. Quando você compra um título de renda fixa, você empresta os seus recursos a uma empresa ou instituição financeira em troca de juros.

O papel necessariamente tem um vencimento, que é a data na qual o emissor do título é obrigado a te devolver o principal e pagar o que ainda faltar de juros.

Já os fundos de investimento são condomínios, reuniões de investidores que juntam seus recursos para investir em uma série de ativos, escolhidos por um gestor profissional.

Isso é feito por meio da aquisição de cotas do fundo. Enquanto você detiver as cotas, o dinheiro aplicado continua recebendo os rendimentos do fundo.

Com os recursos que você investiu, o gestor comprará ativos, como títulos de renda fixa, ações, entre outros, dependendo do tipo de fundo.

Quando os ativos comprados pelo gestor vencerem, forem vendidos ou resgatados, ele utilizará os recursos resultantes para comprar novos ativos e assim por diante.

Assim, você não precisa ficar se preocupando com a renovação do investimento. Enquanto você for cotista, seus recursos estarão sob os cuidados do gestor, que os alocará nos ativos mais convenientes naquele momento econômico.

Cotista só recupera seus recursos ao se desfazer de suas cotas

Os fundos de investimento podem ser abertos ou fechados. Os fundos abertos permitem a entrada de novos investidores, o aumento da participação dos antigos e o resgate de cotas. São fundos abertos, por exemplo, os fundos de renda fixa, os multimercados e os de ações.

Os fundos fechados não permitem a entrada e a saída de investidores. Não há resgate de cotas. Para tornar-se cotista, é preciso adquirir as cotas de outro cotista. E para desfazer-se do investimento, é preciso vender as suas cotas a um interessado. Um exemplo conhecido de fundo fechado são os fundos imobiliários.

Os fundos abertos não têm vencimento. A princípio, seu prazo é indeterminado, a menos que, no meio do caminho, aconteça alguma coisa e ele encerre suas atividades por algum motivo extraordinário. Você só recupera o valor investido e realiza lucros ou prejuízos no momento em que decide resgatar suas cotas.

Já os fundos fechados podem ou não ter data para acabar. No caso daqueles que não têm, o investidor precisa vender suas cotas a outro para sair do investimento.

Os que têm prazo determinado têm essa condição definida com antecedência, e o encerramento de suas atividades faz parte da estratégia de investimento. Nessa espécie de vencimento, os cotistas recebem de volta seus recursos e a rentabilidade.

Em resumo, ao investir em um fundo de investimento de prazo indeterminado – caso da maioria dos fundos oferecidos para a pessoa física – seus recursos vão ficar ali rendendo indefinidamente, até o momento em que você achar melhor resgatá-los ou vender suas cotas, conforme o caso.

Por isso, os fundos são ideais para quem não quer ficar se preocupando com a renovação de investimentos ou a escolha dos ativos por conta própria.

Aqui na GENIAL Investimentos oferecemos os melhores fundos de investimento do mercado, dos mais renomados gestores do país. Saiba como podemos ajudar você a investir melhor o seu dinheiro.

A Genial é a plataforma de investimentos que está democratizando o acesso aos melhores produtos do mercado, de forma simples, ágil e eficiente, através de uma assessoria financeira isenta, transparente e qualificada.

Comentários